Mané das Letras

Onde não cabe PALAVRA, o SILÊNCIO é a melhor opção.

Textos


Gosto da madrugada
Porque o silêncio
Que arrasta a noite
Conversa com a alma.

A cidade dorme
Menos as estrelas
Que polvilham o céu
Com pisca-pisca de prata.

Lua de marfim
Pousada no céu
Faz sua ronda
Clareando cantinhos.

Madrugada estrelada
Madrugada enluarada
Engrandece vazio silencioso
Preenchendo alma solitária.

E, no alvorecer
A madrugada confusa
Deixa pedacinhos da noite
Partirem mais cedo.
Mané das Letras
Enviado por Mané das Letras em 09/02/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras