Mané das Letras

Onde não cabe PALAVRA, o SILÊNCIO é a melhor opção.

Textos


Será possível estar só
Sem sentir-se só?
Claro que sim:
O Poeta.

De alma inquieta
Preenche o vazio
Da pseuda solidão
Com uma só palavra.

Folha de papel é tela
Desenha
Pinta
Compõe Sentimento.

Quando notívago sonhador
A luz do luar é energia vital
O Céu cravejado de brilhantes
É cobertor no orvalho.

Quando amanhã se faz
Caladinha no alvorecer
Sua alma grita.
Raios Sol! por que nasces-te tão cedo?
Mané das Letras
Enviado por Mané das Letras em 09/02/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras