Mané das Letras

Onde não cabe PALAVRA, o SILÊNCIO é a melhor opção.

Textos


 
Segui rumo ao mar
Para ouvi-lo
No fluxo e refluxo
Das ondas.

No ar seu hálito salgado
Traz na brisa da tarde
A voz molhada
Do mar.

No tapete de águas sem fim
Ouço a minha alma
No fluxo e refluxo
Do pensamento.

Assim conversamos
Acerca de nossos destinos
Distintos e ligados
Numa amizade sem fim.

Nos ecos das ondas
Fez-me lembrar
Doce o tempo
Que ficou para traz.

 
Mané das Letras
Enviado por Mané das Letras em 11/01/2017
Alterado em 18/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras